Paraguai

Informação

Capital: Asunción

Tamanho: 406,752 km²

População: 5.4m

Moeda: Guaraní

Idioma: Espanhol, Guaraní

Visto: Não é necessário para os cidadãos da Comunidade Europea.

Comida: Os chorizos paraguaios (lingüiças) são bons como albondiga, sopa almôndegas de carne.

Bebida: Mate, naturalmente!

Um ar de mistério envolve este país pouco visitado na América do Sul, um país agrário, com florestas e folclore. O Paraguai teve uma história estranha de líderes carismáticos, ditadura e isolação.

Na maioria da vezes presume-se que os espanhóis e portugueses conquistaram toda América do Sul, porém no Paraguai, os Índios Guarani fizeram parte de expedição espanhola conduzida por Pedro de Mendonça pela cultura paraguaia, criando uma sociedade híbrida. A sua música, também, o distingue de seus vizinhos - em vez ter ritmos como salsa ou tango, o Paraguai prefere canções de amor e danças européias com arpas e violões.

As diferenças entre o Paraguai e o resto de América do Sul estão ficando cada vez menores - politicamente, o país faz parte da união econômica Mercosur, com relações comerciais bem estabelecidas com a Argentina e o Brasil. Além disso, a rodovia à Bolívia está ficando cada vez mais acessível- ou pelo menos na estação seca: o Trans-Chaco é atualmente considerado como uma grande rodovia da América do Sul - e com certeza ainda muitos buracos.

Fora da capital, Asunção,  em direção ao sul onde estão as construções das Missões jesuítas datadas do século XVIII, está entre florestas e bancos do Río Paraná. Vestígios da habilidade artesanal dos Índios Guaraní que seguiram as Missões são espalhados pelas cidades de Trinidad e Jesús. O Museu jesuíta em San Ignacio Guazú é homenagem a esse trabalho, indiscutivelmente um dos maiores experimentos sociais no continente Sul Americano.

Ao norte e oeste, a zona rural se torna pouco receptiva. O Chaco é habitado pelas comunidades Mennonite, povos indígenas e com herança militar. Mas onde poucas pessoas se encontram, mais abundante é vida selvagem - cruzando pântanos e selva espinhosa onde o jaguar, onça, anta e as árvores são enchidos de  pássaros de todas as espécies.

Onde quer que se vá  no Paraguai, aprenderá a apreciar o gosto pelo mate (uma bebida parecida com o chá) - os locais o amam, pode-se comparar com amor que os ingleses tem pelo chá. Beber mate está no cotidiano e pode-se ver um ciclista com sua garrafa Térmica levando o mate embaixo de um braço. 


Todo texto é propriedade da Latin American Travel Association (Associação Latino Americana de Viagens). LATA é uma organização e nós damos boas-vindas às parcerias com qualquer empresa ou indivíduo que compartilhem os nossos alvos e objetivos. Embora todo cuidado é tomado para assegurar de que nossos membros sejam de boa-fé, os futuros clientes são recomendados fazer seus próprios questionamentos antes de participarem de qualquer acordo.

Como chegar