Guiana

Informação

Capital: Georgetown

Tamanho: 214,970 km²

População: 729,500

Moeda: Dólar Guyanese

Idioma: Inglês, e línguas indígenas

Visto: Não é necessário para os cidadãos da Comunidade Europea.

Comida: A mistura de diferentes influências nacionais - índio, africano, chinês, crioulo, inglês, português, Amerindian, norte-americano - dá um sabor distintivo à cozinha Guyanese. Um prato bem conhecido, tradicional no Natal, é a pimenteira, carne cozinhada na mandioca amarga (casareep) molho com pimentão e ervas.

Bebida: O Rum é a bebida na Guiana.

A Guiana é uma verdadeira fronteira natural - terra com poucas estradas, antigas florestas e grande oportunidades para o ecotourismo. A região litorânea é repleta por palmeiras, música de calipso, sistemas de drenagem holandeses, templos hindus, arroz e açúcar Demerara. Deixando a costa para trás, esta é uma terra de cachoeiras e floresta tropical, dando lugar à savanas ricas em vida selvagem e isoladas fazendas.

A capital, Georgetown, é conhecida como Cidade Jardim do Caribe, apesar de estar no Atlântico. A cidade possue largas avenidas arborizadas e canais que se alinham às antigas propriedades da época do açúcar. Casas do século XIX, feitas de madeira e pintadas de branco, flores e árvores enchem as ruas desta cidade. À noite vagabundos se reúnem na praia e na Páscoa há uma aglomerações de papagaios de papel coloridos.

O interior é pouco povoado e quase não tocado, os rios são muitas vezes o único modo de transporte. Destacam-se a cachoeiras de Kaieteur - quase cinco vezes maior que que as de Niagara, com uma queda de 226m - e a cachoeira de Orinduik, onde o rio flui e terraços com jasper. O prolongamento das montanhas de Pakaraima cobertos por grama chegam ao pico mais alto na Guiana - Monte Roraima - que compartilha com a Venezuela e o Brasil.

Ao norte, a Praia de Shell está em vasto litoral no Atlântico: 145 km protegidos para que tartarugas marinhas verdes, hawksbill, e Olive Ridley possam colocar seus ovos. O restante da costa compõe-se de mangue cheios de íbis, papagaio, tucanos, iguanas e, ocasionalmente, golfinhos de rio.


Todo texto é propriedade da Latin American Travel Association (Associação Latino Americana de Viagens). LATA é uma organização e nós damos boas-vindas às parcerias com qualquer empresa ou indivíduo que compartilhem os nossos alvos e objetivos. Embora todo cuidado é tomado para assegurar de que nossos membros sejam de boa-fé, os futuros clientes são recomendados fazer seus próprios questionamentos antes de participarem de qualquer acordo.

Como chegar